Quarta-feira, 04.03.09

Jaume Plensa

Escultura

 

 

 

Jaume Plensa - Nosotros - Escultura pública com luz , em grande formato - Art Paris - Grand Palais, Paris - França, 2008

publicado por ardotempo às 22:00 | Comentar | Adicionar
Quinta-feira, 26.02.09

Lamparinas Gigantes de Siron Franco

Para alumiar o mundão,

um facho de querosene,

de óleo, de aguardente,

desde riba, 

na noite fechada

do cerrado mais fundo 

das Minas Geraes, de Goiás,

das fazendas sem fim

do Mato Grosso...


 

 

 

Releitura das luminárias portáteis artesanais, das lanternas ou lamparinas populares, feitas com o reaproveitamento de latas usadas, de folha de flandres,  em formato de funil virado e mecha molhada em querosene, álcool ou óleo combustível - assim são a lamparinas gigantes de Siron Franco, com 3 metros e setenta e cinco centimetros de altura, funcionais a querosene de galão, escada e faísca de fósforo, para iluminar as profundezas dos grotões escondidos e distantes, onde se cometem os piores crimes contra o ambiente, contra a floresta, contra o Pantanal e se coloca em risco a natureza, noite após noite.

 

Lamparinas, de Siron Franco - Instalação (Aparecida de Goiânia - GO - Brasil)

Fotografia de Pierre Yves Refalo

publicado por ardotempo às 18:11 | Comentar | Adicionar
Segunda-feira, 23.02.09

Jack Varnasky

Objeto escultórico

 


Jack Varnasky - Instalação, objeto escultórico (Paris, França) 2003 

publicado por ardotempo às 12:44 | Comentar | Adicionar
Domingo, 22.02.09

Anselm Kiefer

Objeto escultórico

 

 

 

Anselm Kiefer - Instalação - Objeto escultórico (Barjac, França), 2008

publicado por ardotempo às 00:50 | Comentar | Adicionar
Sexta-feira, 13.02.09

Lina Bo Bardi

Artista da provocação

 

 

 

 

Lina Bo Bardi - Máquinas de Costura - Objetos escultóricos, articulados com mola

Fotografia: Pierre Yves Refalo

publicado por ardotempo às 11:33 | Comentar | Adicionar
Domingo, 08.02.09

Mármore de Nelson Felix

Escultura

 

 

Vão - Nelson Felix - Escultura em mármore de Carrara,  tensores e cabos de aço, azeite no chão (São Paulo), 1996

publicado por ardotempo às 16:19 | Comentar | Adicionar
Domingo, 25.01.09

Os Gêmeos - Objetos Escultóricos

Instalação

 

 

Instalação / Objetos Escultóricos - Os Gêmeos - Objetos em madeira (Museu Oscar Niemeyer - Curitiba), 2009

publicado por ardotempo às 21:36 | Comentar | Adicionar
Quinta-feira, 22.01.09

Bordalo Pinheiro precisa ser visto pelo mundo todo

Os animais gigantes de Bordalo lutam pela vida
 
Centenas de moldes centenários das peças de cerâmica de Rafael Bordalo Pinheiro estão guardados numa cave da Fábrica de Faiança das Caldas da Rainha, em Portugal. Com a fábrica em risco de fechar, o que irá acontecer à vespa, às rãs, aos golfinhos mitológicos e a toda a fauna e flora criados por Bordalo? Há quem apele ao Estado para que ajude a manter vivo este património. A artista plástica Joana Vasconcelos, que tem vendido muitas peças feitas a partir de Bordalo, garante que esta produção tem toda a viabilidade económica.
 
Na sexta-feira, a vespa gigante ainda estava no forno. Só dois dias depois é que se saberia se o animal, criado há mais de um século por Rafael Bordalo Pinheiro e recriado agora a partir do molde original, sairia bem. "É a primeira que se fabrica desde 1900. Isto é histórico", diz a técnica de cerâmica Elsa Rebelo. Só há uma vespa igual a esta, é centenária, e está ali mesmo ao lado, num muro da fábrica de cerâmica das Caldas da Rainha. 
 
Quem passar para lá da loja, atravessar o jardim, com o laguinho em redor do qual ainda estão alguns dos animais do tempo de Bordalo Pinheiro, passar pelo lobo, pelo golfinho mitológico, pela abelha gigante, e seguir até às oficinas da fábrica, vai encontrar alguns operários (trabalham aqui cerca de 12 ou 13 pessoas) agarrados às peças que fazem à mão há anos.
 
Uma delas está a decorar uma concha enorme com limos e musgo, molhando o barro com uma esponja, corrigindo os defeitos com uma faca pequena, e adicionando os detalhes. Na bancada em frente, outro operário faz folhinhas a partir de um molde de gesso. Encostados a uma parede estão duas cabeças de cavalo gigantes, um banco em forma de cogumelo e uma réplica do lobo e a cegonha.
 
"Esta" - Elsa aponta para a peça dos dois animais - "esteve três ou quatro meses para secar, está à espera de ser pintada a pincel com vidrados cerâmicos, e depois ainda terá nova cozedura." Quem encomendar uma peça desta dimensão terá, por isso, que se preparar para esperar alguns meses, sobretudo se o tempo estiver húmido, o que atrasa o processo de secagem. 
 
São, todas elas, peças que só voltaram à vida há poucos anos, depois do lento e complexo processo de recuperação dos moldes centenários de Bordalo. "O cavalo foi feito há menos de um ano. O caracol é muito recente, ainda só fizemos dois ou três." Desmembrada ainda está uma enorme lagosta, porque os animais gigantes são feitos em vários bocados e depois de saírem do forno têm ainda de ser montados.
 
A montagem tem a dificuldade acrescida de os animais serem curvos, sem uma base estável, porque foram, em muitos casos, concebidos para decorar beirais de telhados. "Bordalo tinha uma equipa de técnicos que, como nós hoje, estudavam em conjunto a melhor maneira de fazer as coisas", diz Elsa, que é, ela própria, filha de ceramistas. "Por vezes chegamos a estar três, quatro ou cinco pessoas à volta de uma peça a pensar 'como é que vamos fazer isto?"
 
"Se se perder esta dinâmica é muito difícil voltar a encontrá-la", avisa Raquel Henriques da Silva, defendendo "um apoio especial do Governo para garantir que este núcleo histórico possa continuar". É preciso, diz, "reactivar a produção destas peças gigantescas, que são um deslumbre, são de uma beleza perturbante". 
 

 
Joana Vasconcelos confirma. "Estamos a falar de um grande artista português. Aquilo devia ser património do Estado, e estimado como tal. Além disso, tem valor comercial. Podia ser vendido como objecto de luxo, topo de gama, da nossa cultura. Eu própria vendo estas peças e apercebi-me do poder comercial que elas têm." Uma das suas sugestões é a de que se convidem designers para fazer novas obras a partir daqueles moldes, reinventando o trabalho de Bordalo com uma visão contemporânea. "Cada vez que lá vou arrepio-me a pensar nas peças fantásticas que estão naqueles moldes."
 
Para explicar o que está em causa, Raquel Henriques da Silva usa uma comparação: "É como se o vinho do Porto estivesse em risco de acabar submerso em vinho a martelo."
 

Elsa Rebelo não desanima e continua a fazer planos. Olha para um par de rãs debaixo de uma bananeira, uma delas com um pequeno leque na mão, numa peça já danificada. "O molde das rãs está a desfazer-se completamente. Se não for impossível, será pelo menos muito difícil recuperar este par de rãs. Mas eu ainda não desisti de o pôr em pé." 

 

Alexandra Prado Coelho - Publicado no Ipsilon

tags:
publicado por ardotempo às 12:10 | Comentar | Adicionar
Sábado, 17.01.09

Pendurados

Esculturas

 


 

Figuras Pendentes - Esculturas em resina de Juan Muñoz (Espanha), 1999

publicado por ardotempo às 22:21 | Comentar | Adicionar
Segunda-feira, 05.01.09

Escultura de Gustavo Nakle

O palestino

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Palestino - Escultura com materiais diversos: arame, ferro, resina, tijolo, madeira - Gustavo Nakle, (Porto Alegre - Brasil) 2008 

publicado por ardotempo às 12:56 | Comentar | Adicionar
Quinta-feira, 25.12.08

Os sons da floresta - Gonzaga

Escultura

 

 

Gonzaga - Os sons da floresta, em certos momentos - Escultura em bronze policromado - 1999

publicado por ardotempo às 13:56 | Comentar | Adicionar
Domingo, 23.11.08

Instalação - Objetos Escultóricos

Robert  Rauschenberg

 

 

Instalação com objetos escultóricos - Robert Rauschenberg

publicado por ardotempo às 12:49 | Comentar | Adicionar
Domingo, 09.11.08

Escultura - Rabarama

Homem de Letras

 

 

Escultura pública, monumental - Rabarama - Bronze policromado - FIAC - 2008 (Paris)

publicado por ardotempo às 12:43 | Comentar | Adicionar
Terça-feira, 28.10.08

Escultura - Louise Bourgeois

 Mármore rosa

 

 

Sem Título - Louise Bourgeois - Escultura em mármore rosa - 2002

publicado por ardotempo às 01:19 | Comentar | Adicionar
Sábado, 25.10.08

Escultura monumental - Henry Moore

Escultura pública em bronze

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vertebrae - Henry Moore -  Escultura monumental (7 metros de comprimento) em bronze - 1968 (Israel) 

publicado por ardotempo às 18:42 | Comentar | Adicionar
Quarta-feira, 22.10.08

Esculturas na rua

Fotografia 

 

 

Duas esculturas em bronze, representando Luiz Gonzaga, o sanfoneiro e Jackson do Pandeiro, o percussionista, em tamanho natural. estão colocadas sobre o passeio público, na margem do Açude, em Campina Grande, Paraíba, Brasil - Fotografia de Mário Castello

publicado por ardotempo às 11:26 | Comentar | Ler Comentários (1) | Adicionar
Domingo, 19.10.08

CRUZ

Esculturas de Ângela Pettini de Oliveira

 

Cruz é um tema da Arte. Foi assim na Antigüidade, foi assim ao longo de 400 anos pós-renascimento, é hoje um tema da contemporaneidade. Diria que é um tema crucial na Arte Contemporânea. Ali está com seu estojo de múltiplos significados e isso se prova com as propostas estéticas de Kasimir Malevitch, de Antonio Saura, de Tápies, de Velicovic, de Anselm Kiefer, de Antony Gormley, em Siron Franco.

 

Está a cruz presente em algumas obras desses artistas a apontar sua riquíssima carga de significados e simbologia, até mesmo quando o artista se inscreve na fatura abstrata. É um ícone da contemporaneidade e comporta o seu conjunto formal para as diversas formas de expressão.

 

Neste conjunto de obras Ângela Pettini de Oliveira a traz para a sua escultura. Aliás, a sua pertinência se consagra no espaço tridimensional, no universo da linguagem escultórica, posto que a cruz desde sempre é escultura.

 

Vemos nesta exposição, várias obras em que a cruz se explicita e se impõe dominando o espaço volumétrico. Noutras, ela se faz de suporte, preferencialmente em bronze, de diferentes pátinas ou graus de polimento, e dessa base universal conta uma história. Revela as outras cruzes dos seres humanos, no tráfego, nos acidentes, nos distúrbios, na violência, nas opções do livre arbítrio. Revela outras cruzes nos vícios, na sorte, na desdita. Na contas de um terço-cassino. Numa grande cruz que é carregada penosa e solidariamente por um grupo de pessoas, no caso específico, por crianças.

 

A escultora avança no tema e nos apresenta uma cruz em forma de favela, de bairro de lata, de vila miséria. A cruz, que é destinada a tantos, sem que eles a pedissem e assim ela se espalha por todos os lados, por todos os continentes.

 

A cruz deixa assim de ser um logotipo religioso e torna-se letra de um alfabeto comum a todos os seres, que identificam e compreendem imediatamente o signo e o alcance de seus significados. Existem também os labirintos de cruzes, as prisões e a poética de um lenho premonitório, ainda na sua forma primeva e original de árvore.

 

Uma escultura me chama a atenção, particularmente, será aquela em que a artista encaminha audaciosamente a cruz no formato de um cubo vazado e ali pendura um ser, torturado, que se mostra igualmente vazado, exaurido de sua força e de sua consistência integral no condicionamento ao espaço limitado, claustrofóbico e tenaz –aquele exato a que se acha reduzido e condenado. O espaço, que aberto também é fechado, que o confina e que o impossibilita de qualquer ação alternativa, na medida em que o esvazia do conhecimento e da consciência.

 

 

Olhe em volta e veja as cruzes, veja o caos que nos toca com os dedos longos.

 

Duas torres verticais que desabam – em fragmentos retorcidos de aço, em pedaços estilhaçados de concreto, em lascas de vidro, em fogo e poeira, em corpos ainda vivos arremessados ao espaço vertiginoso, em bilhões de pedaços de papel, sepultando, inutilizando e infelicitando milhares de vidas – quando caem ao solo, formam um imensa cruz, indelével e sinistra, mesmo que não a percebamos imediatamente.

 

A cruz é um tema contemporâneo – que faz pensar.

 

© Alfredo Aquino 

tags:
publicado por ardotempo às 15:12 | Comentar | Ler Comentários (1) | Adicionar
Sábado, 11.10.08

O movimento do corpo

 Escultura de Degas

 

 

 

 

Bailarina - Edgar Degas - Escultura em bronze, do rarissimo conjunto completo de 73 esculturas de Degas, do acervo do MASP Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - São Paulo 


MASP - Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand

publicado por ardotempo às 13:13 | Comentar | Adicionar
Quarta-feira, 08.10.08

Richard Serra

 Esculturas em Bilbao - Museu Guggenheim

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Esculturas - Richard Serra - Arado - Duas imensas placas de aço córten, oxidadas, maciças e de grande espessura, datadas de 1992 e instaladas com leve inclinação na área exterior do Museu Guggenheim, em Bilbao - Espanha

publicado por ardotempo às 10:41 | Comentar | Adicionar
Sábado, 04.10.08

Cabeça gigante

Escultura de Ron Mueck

 

 

Máscara II - Escultura em grande formato, em resina policromada

Ron Mueck - (Londres) 2008

publicado por ardotempo às 00:16 | Comentar | Ler Comentários (1) | Adicionar
Sexta-feira, 03.10.08

Linha Indeterminada

Bernar Venet - Escultura

 

 

Escultura em grande formato - Bernar Venet - Série Linha Indeterminada - Aço córten oxidado, cortado, dobrado e retorcido em grandes prensas siderúrgicas (Paris)

publicado por ardotempo às 23:35 | Comentar | Adicionar

Cão

Escultura

 

 

 

Alberto Giacometti - Cão - Escultura em bronze, 1951 

publicado por ardotempo às 19:00 | Comentar | Ler Comentários (1) | Adicionar
Sábado, 27.09.08

Rubem Valentim

Totem

 

 

 

Rubem Valentim - Escultura - Madeira recortada e pintada,1978 

publicado por ardotempo às 15:14 | Comentar | Adicionar
Quinta-feira, 25.09.08

Anselm Kiefer

Objeto escultórico, em grande formato

 

 

Anselm Kiefer - Sem Título - Objeto escultórico - Resina, tecido e arame farpado - 2005

publicado por ardotempo às 16:56 | Comentar | Adicionar
Terça-feira, 16.09.08

Pintura e Escultura

Amilcar de Castro

 

 

Pintura - Tinta a óleo industrial automotiva em cor preta sobre tela de base branca (grande formato), pintada com vassoura / Escultura - chapa de aço córten, com oxidação estabilizada, cortada a laser industrial e dobrada por pressão de grandes dobradeiras siderúrgicas – Amilcar de Castro 

publicado por ardotempo às 22:27 | Comentar | Adicionar
Sexta-feira, 12.09.08

Stabile de Marcos Magaldi

Objeto escultórico fotográfico - Stabile

 

 

Marcos Magaldi - Torso de mulher - Stabile fotográfico - Fotografia

publicado por ardotempo às 12:07 | Comentar | Adicionar
Domingo, 07.09.08

Escultura de Gonzaga

O contorno que fica

 

 

Escultura em resina policromada - Gonzaga - Relevo escultórico em grande formato, 2001

publicado por ardotempo às 21:57 | Comentar | Adicionar
Terça-feira, 26.08.08

Bronze

Arcangelo Ianelli

 

 

Escultura - Múltiplo-escultórico em bronze - Arcangelo Ianelli

publicado por ardotempo às 17:42 | Comentar | Adicionar
Terça-feira, 19.08.08

Grande Vaca Mecânica

Lina Bo Bardi

 

 

Grande Vaca Mecânica - Objeto escultórico / Instalação sonora e luminosa / Contenedor-expositor articulado de objetos de artesanato popular brasileiro - "o quarto de milagres"; criação de Lina Bo Bardi  

Fotografia de Pierre Yves Refalo

publicado por ardotempo às 03:28 | Comentar | Ler Comentários (1) | Adicionar
Sábado, 16.08.08

Claustrofóbico

Escultura

 

 

Sem título - Angela Pettini de Oliveira -  Escultura em bronze, em grande formato, 2008 

publicado por ardotempo às 14:17 | Comentar | Adicionar

Editor: ardotempo / AA

Pesquisar

 

Fevereiro 2012

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29

Posts recentes

Arquivos

tags

Links