O mistério da sombra

António Lobo Antunes

 

"Faulkner, de quem já não gosto o que gostava, dizia ter descoberto que escrever é uma muito bela coisa: faz os homens caminharem sobre as patas traseiras e projetarem uma enorme sombra. Peço-lhes que dêem por ela, compreendam que vos pertence e, além de compreenderem que vos pertence, é o que pode, no melhor dos casos, dar nexo à vossa vida."

 

 

(O ano passado em Marienbad, 1961 - Alain Resnais)

publicado por ardotempo às 22:36 | Adicionar