Uma rua sem nome

Muito antiga, bem no centro, defronte ao rio

 

Existe uma rua em Jaguarão RS, bem no centro histórico recentemente tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional (IPHAN). Anônima em sua inclinação elegante e sequencial em cotas, é literariamente preenchida de feitos, dramas e sonhos. É uma das mais antigas da cidade, partindo do cais, paralela à Ponte Mauá, ao lado da antiga Rua do Fogo (atual XV de Novembro), lindeira ao Mercado Público Municipal e à Delegacia da Capitania dos Portos. É parte integrante da história da cidade heróica, no frontão do sol e da linha divisória com o Uruguai. Traçada no mesmo eixo da ponte, simboliza um corredor de acesso, em abertura de diálogo generoso ao revés de uma trincheira transversal de obstáculo. Apesar de curta em sua extensão, está nutrida de testemunhos de fatos notáveis e triviais, estes talvez mais caudalosos, consistentes e humanos do que aqueles e em seus muros e paredes ecoam os murmúrios da memória da vida e da literatura. Esta rua central, debruçada e voluptuosamente entregue às lendas e aos caprichos do Rio Jaguarão, nunca teve um nome. Terá um nome e uma titulação até o final do ano de 2011.

 

 

publicado por ardotempo às 18:25 | Adicionar