g o t a s

as chuvas de porto alegre

 

 


a chuva de porto alegre é uma chuva triste

não tem as marcas de caos que arrasam as metrópoles

coloca-nos frente a frente

com nossas memórias

mais secas

encharca nossas almas

individualmente

 

 

a chuva de porto alegre assoreia a margem dos prédios

esquece a façanha dos bustos

e empoça os passos do vento

zela no abraço das casas

as pessoas mais remotas

às outras nos guarda-chuvas

chove para dentro

 

nem as gotas são felizes quando chove em porto alegre



Guto Leite Publicado no livro ZERO UM, Editora 7 Letras, 2010

tags: ,
publicado por ardotempo às 18:07 | Adicionar