Aforismo Borgesiano - 14

Poesia
                                    

A finalidade da poesia não é a do assombro.
O objetivo do poeta é expressar o que muitos seres humanos terão pensado mas que ninguém conseguirá exprimir de forma tão definitiva.
O poeta não é a voz das opiniões – que mudam e, além disso, são superficiais – mas a voz de algo muito mais profundo.


©Jorge Luis Borges / Borges Verbal, Emecê Editores – Buenos Aires  Argentina
Desenho de Alberto Giacometti - Retrato de Diego, crayon, 1955
publicado por ardotempo às 18:36 | Comentar | Adicionar