A publicidade

 

A publicidade não é Arte 

 

 

"A publicidade é um negócio, de valores fabulosos e de muito poder. É feita para vender, para alcançar resultados pela redundância e pela repetição exaustiva. Funciona muito bem ao que se propõe. Não pode ser Arte a ausência da surpresa e rarefação absoluta de sua permanência. A sua função é fazer funcionar o comércio ou convencer as pessoas a aderir a algo sobre o que ainda não tinham pensado, nem estavam, de fato, precisando. A publicidade é o anúncio do dia, pisoteado no chão, após cumprir seu objetivo de transmitir uma mensagem, verdadeira ou não. Apenas isso." - Elio Mirrado, 1981

 

 

 

 

 

Itaci Batista - O anúncio na calçada - Fotografia (São Paulo SP Brasil), 2010

publicado por ardotempo às 00:03 | Adicionar