P.O.E.M.A-X

 
 
X

Como um felix ronronando oxítonas
num amplexo levou-me à Luxor!
Expectorei perplexa...
Nem precisa explicar!

Depois, como antrax, me devorou!
Fiquei extática, com tal exótico de Rolex,
que excêntrico!

Meu córtex é um pouco católico...
mas...e o êxtase?

Perplexa ante o paradoxo
exerci a lex,
- sed lex, sed durex-
muiiiiito durex!

Com Tetrex e Tilex,
pedidos à Medex,
examimei as oxidações,
marinei bife em pirex,
apliquei sobre as extravagâncias...

Só Kleenex me consolou!
E botox!

Extraí látex do coração,
lágrimas extraditadas
me auxiliaram a não ser Chatotonix!

Por telex o expulsei,
vivo feliz com Obelix!
Extraordinariamente!
Apesar da fixação em X-Man

Madame X 

 

 

© Isolde Bosak, Lisboa, 2009

tags: , ,
publicado por ardotempo às 13:15 | Comentar | Adicionar