À memória de um amigo brilhante




Decio Bar
foi um criativo brilhante, poeta, escritor e jornalista. Confrontou a ditadura militar e a aspereza do pragmatismo que ela gerou, com a sua arte, seus textos, seu comportamento, sua ironia e sua sensibilidade. Foi, prematuramente, também uma de suas vítimas. Seus poemas estão sendo lançados agora, postumamente, por iniciativa de sua filha, Joy Bar, reunidos no livro Escritos.

Livro: ESCRITOS
Poesia / 120 páginas
Autor: Decio Bar
Editora: Scortecci Editora São Paulo SP Brasil
Ano: 2008
ISBN: 978-85-366-1088-7

Grandes nomes são homenageados perpetuamente em locais públicos. Decio Bar merecia ter seu nome sempre lembrado numa rua ensolarada em frente ao mar tropical ou numa avenida margeada de plátanos monumentais, nunca num viaduto que é mera passagem, jamais num túnel que é apenas um buraco úmido.
publicado por ardotempo às 22:17 | Comentar | Adicionar