Os gatos e as palavras

Inefáveis
 
“Os gatos são palavras com pêlo. Os gatos, como as palavras, rondam à volta dos humanos sem nunca se deixarem domesticar. É tão difícil meter um gato num cesto, quando temos um comboio para apanhar, quanto ir à nossa memória caçar a palavra exacta e convencê-la a tomar o seu lugar na página em branco. Palavras e gatos pertencem ambos à raça dos inefáveis.”
 
 
Dois Verões, de Erik Orsenna - Publicado no blog Bibliotecário de Babel
tags:
publicado por ardotempo às 19:39 | Comentar | Adicionar