Aldyr G. Schlee na Palavraria - dia 11 de julho

Aldyr Garcia Schlee - Um oportunidade rara e preciosa para conversar com o autor

 

Na Palavraria:

 

 

11, sábado, 19h: Nós y nosotros, bate-papo com o escritor Aldyr Garcia Schlee, conversando sobre seus dois próximos livros – Don Frutos e Nos limites do impossível – Contos gardelianos e sobre a obra dos escritores Mario Benedetti e Simões Lopes Netto.
 
Aldyr Garcia Schlee (Jaguarão, 22/11/1934) é escritor, jornalista, tradutor, desenhista e professor universitário. Doutor em Ciências Humanas, publicou vários livros de contos e participou de antologias, de contos e de ensaios. Alguns livros seus foram primeiramente publicados no Uruguai pela editora Banda Oriental. Traduziu a importante obra Facundo, do escritor argentino Domingos Sarmiento, fez a edição crítica da obra do escritor pelotense João Simões Lopes Neto. Foi professor de Direito Internacional da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pelotas – UFPel, por mais de trinta anos onde foi também pró-reitor de Extensão e Cultura.
 
É torcedor do Brasil de Pelotas, clube que chegou a ser tema do conto “Empate”, publicado em “Contos de futebol”. Criou o uniforme verde e amarelo da seleção brasileira de futebol, mais conhecido como Camisa Canarinho. Recebeu duas vezes o prêmio da Bienal Nestlé de Literatura Brasileira e foi três vezes premiado com o Prêmio Açorianos. Atualmente vive em um sítio em Capão do Leão, município vizinho de Pelotas.
 
Obras publicadas
 
2000: “Contos de Verdades”, contos (ed. Mercado Aberto)
1998: “Linha Divisória” (contos, ed. Melhoramentos)
1997: “Contos de Futebol” (contos, ed. Mercado Aberto)
1983: “Contos de Sempre” (contos, ed. Mercado Aberto)
1991: “El dia en que el papa fue a Melo” (contos, ed. de la Banda Oriental) (republicado em português como “O Dia em que o Papa foi a Melo”, ed. Mercado Aberto, 1999)
1984: “Uma Terra Só” (contos, ed. Melhoramentos)  

publicado por ardotempo às 13:48 | Adicionar