Está escrito




















Francis Cabrel canta que “no final, todos têm a mesma história…e contam os dias.” C’est écrit é uma história comum, mas uma história comum bem extrarordinária e densa… Veja aqui.
tags:
publicado por ardotempo às 18:33 | Comentar | Adicionar