Aforismo Borgesiano - 52

Biblioteca

 

"A literatura é uma espécie de biblioteca infinita na qual cada indivíduo pode ler somente algumas páginas, mas possivelmente já nessas páginas esteja o essencial. Talvez a literatura vá repetindo sempre as mesmas coisas com uma acentuação, com uma modulação ligeiramente distinta." 

 

 

 

 

©Jorge Luis Borges / Borges Verbal, Emecé Editores – Buenos Aires Argentina

Livros - Instalação / Objetos escultóricos de Anselm Kiefer 

publicado por ardotempo às 11:34 | Adicionar