Cristovão Tezza ganha o Prêmio Portugal Telecom

Prêmio para  O Filho Eterno

 

 

2008 é o ano do escritor catarinense Cristovão Tezza. Depois de ganhar o prêmio Jabuti de melhor romance com "O Filho Eterno" (com cerimônia nesta sexta, 31), a obra editada pela editora Record levou ontem (29) à noite o primeiro lugar do prêmio Portugal Telecom. O livro, que narra a relação entre um pai e um filho com síndrome de Down nos anos 80, também fora agraciado pela Associação Paulista de Críticos de Arte de SP em 2007 na categoria literatura e pelo Prêmio Bravo! Prime de Cultura, entregue na última segunda (27).

"É o livro mais marcante de minha vida, um livro que mostra maturidade e foi, sem dúvida, a obra mais difícil que eu já produzi", afirmou Tezza.

 O Portugal Telecom premia com R$ 100 mil o primeiro colocado, o maior valor para uma premiação literária no Brasil. O escritor português António Lobo Antunes e a escritora brasileira Beatriz Bracher dividiram os R$ 35 mil do segundo lugar, com os livros "Eu Hei-de Amar uma Pedra" (Objetiva) e "Antonio" (Editora 34), respectivamente.

 

Publicado no UOL - Universo Online

 

publicado por ardotempo às 02:00 | Adicionar