Aforismo Borgesiano - 40

A beleza de Deus

 

"Como um deus que se faz homem, que está a favor dos pobres de espírito, dos humildes, dos deserdados da terra, teria se autoconcebido como um ser muito belo?

Seria um ato injusto de Deus.

Seria um ato racista de Deus.

Impossível.

Por esse motivo, Cristo deve ter sido francamente feio e todas essas pinturas que nos apresentam como sendo um ser formoso são pura bobagem."

 

 

 

 

©Jorge Luis Borges / Borges Verbal, Emecé Editores – Buenos Aires  Argentina

Detalhe de obra de Siron Franco - Série Macas - Objetos escultóricos

publicado por ardotempo às 16:11 | Adicionar