Fischer e Coelho

Luís Augusto Fischer e Marcelo Coelho

Foi um sucesso o lançamento de Machado e Borges na glamourosa Livraria da Vila, na Alameda Lorena, em São Paulo. Com direito a uma brilhante explanação de Marcelo Coelho acerca do ensaio do escritor (constante no livro ora lançado) sobre os elos reflexivos machadianos e borgesianos, sobre as suas respectivas consciências literárias de inserção sistêmica nos contextos de formação dos universos da literatura brasileira e argentina – ambos os escritores pensadores refratários aos andaimes do regionalismo e do nacionalismo. 

 

 

Na seqüência, uma suave complementação (quase afônica) por parte de Luís Augusto Fischer, combalido por uma gripe mas fortalecido em refinado bom-humor e na alegria pelo sucesso conquistado na noite paulistana de autógrafos ao livro, lançado pela Arquipélago Editorial.

 

publicado por ardotempo às 18:37 | Adicionar